"é um livro."

Cá em casa estamos bastante bem servido de livros infantis. Ainda assim, não temos todos os que queremos... nem precisamos, pois podemos ir busca-los à Biblioteca Municipal!

Desde que o habitante mais novo deste Planeta começou a frequentar Bibliotecas que nos habituamos a trazer alguns livros para casa e, numa das ultimas vezes que o fizemos, trouxemos um livro que desencadeou algumas gargalhas dos adultos que cá vivem!

"É um livro" vem desmistificar um pouco as inúmeras dúvidas que surgem a respeito do futuro do livro.




Sem enveredar pelas malhas da evidência, mas deixando claro que um livro é um livro e isso basta, Lane Smith criou uma história ilustrada, tanto para crianças como para adultos, sobre o velho e bom livro.

A autora explica que esse estranho objecto chamado livro, ao contrário dos produtos eletrónicos  não apita, não interage, não conecta, nem twitta nem precisa de carregar a bateria.

Contudo, só pela emoção da narrativa e das imagens, prende a atenção (e ainda rouba o coração) de qualquer um.


«Envia mensagens? Faz blogues? Sobe e desce o texto? Tem Wi-Fi? Tuíta?
Não... É um Livro.» 




Este é um livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 1º ano de escolaridade.
No meu entender esta história, divertida e irónica, sobre os prós e os contras de dois tipos de tecnologias, demonstra bem duas formas bem diferentes de ver o mundo.
Contada através da interacção de duas personagens fantásticas e inesquecíveis, é um livro que eu recomendo vivamente para todas as idades.




Cá por casa, o livro foi lido e visto diversas vezes, mas a última página foi, sem dúvida, aquela que soltou mais gargalhadas e cuja frase mais se repetiu... ficaste curiosa?
Da próxima vez que fores a uma livraria, espreita este livro e vê por ti... Acredita que vale bem a pena!



1 comentário:

  1. Lane Smith é autor e ilustrador de livros infantis. Nascudo em 1959 na cidade de Tulsa, em Oklahoma.

    ResponderEliminar

Falem, partilhem e opinem!!!