como se fazem [pequenos] leitores...


Eu não nasci rodeada de livros ou numa casa com uma grande biblioteca. Contudo, sempre me lembro de haver um jornal em casa e de os meus pais me incentivarem a contactar com livros.
Mesmo quando ainda não sabia ler, pegava no jornal e via a banda desenhada, as letras "gordas" e as fotos que acompanhavam as reportagens.
Como ainda não sabia ler, as fotos serviam de mote para inventar histórias... as minhas histórias daquele jornal!

Assim que comecei a saber ler, tudo mudou!

Comecei por ler os livros que existiam na biblioteca da sala de aula. Depois passei a ler os 1001 livros de BD que o meu primo tinha [Patinhas, Donald e Turma da Mónica entre muitos outros]. 
Quando comecei a dominar a leitura, descobri "Os cinco", os livros de "Uma Aventura..." e o "Triângulo Jota". Passei pelos clássicos da Condessa de Ségur e li grandes nomes portugueses como Camilo Castelo Branco, Eça de Queiroz, Almeida Garrett e claro, todos os contos infantis da grande Sophia de Mello Breyner Andresen.
Assim começou este namoro entre mim e os livros...

Agora leio para o meu mini ser!
Desde o dia em que veio para casa, [quase] todas as noites o pai ou eu lhe lemos um bocado de uma história. De resto, sempre que temos vontade, lemos-lhe!
Histórias infantis, rimas e lenga-lengas e poesia já fazem parte do repertório! 
É assim que espero conseguir incentivá-lo a gostar de livros!

Queres um conselho...?
Lê...
lê em silêncio, só para ti,
lê para as tuas crianças,
relê aquelas histórias que te faziam sonhar,
volta TU a ser criança e lê muito!

Contagia as tuas crianças pelo gosto da leitura.
Assim, eles também poderão a vir ser bons leitores!

1 comentário:

  1. Sem dúvida! É das coisas que sempre me deu maior prazer, ler para o meu ( e agora os meus) filho(s)!

    ResponderEliminar

Falem, partilhem e opinem!!!