um pouco de história...#2

Entre 1668 e 1694, surgem em França, as primeiras publicações de ”Fábulas" de La Fontaine e em 1697, Charles Perrault publica os “Contos da Mamãe Gansa”. La Fontaine e Perrault surgem ambos associados ao género da literatura infantil contudo, estas suas obras foram publicadas para o público em geralEste género de obras, que adaptava histórias contadas oralmente pelo povo, não se enquadrava dentro dos parâmetros exigidos pelas Academia de Letras, por isso diminuía o interesse dos escritores por este género da literatura infantil. 
Foi após o sucesso das obras de Perrault que a literatura infantil, caracterizada principalmente pelos contos de fadas, adquire espaço na literatura e na sociedade.

Em Inglaterra, o desenvolvimento que a Revolução Industrial trouxe,  fortaleceu o comércio e criou uma abundância de matéria-prima. Nestas mudanças, a literatura infantil ganhou importância como produto de consumo. Com o crescimento das cidades e a consolidação da burguesia há notórias mudanças sociais. 
Na sociedade e no seio da família, cada membro assume um papel específico e a criança  começa a ser notada e a ser considerada como "pessoa". Por isso, começam a a surgir  alguns objectos industrializados direccionados à criança - o brinquedo, objectos culturais - o livro - e novos ramos da ciência - a psicologia infantil, a pedagogia ou a pediatria.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Falem, partilhem e opinem!!!